sexta-feira, 27 de fevereiro de 2009


Falando  com  meu irmão no messenger.e agora estou em crise  de choro.
Sabendo notícias de todos.
Cheguei a uma conclusão,  meus pais souberam fazer tudp direitinho nos educou perfeitamente...e mais q isso...n sei se é herança genética ou algo q eles nos passaram, somos excelentes seres humanos (essa porra desse acordo ortográfico)...
Somos pessoas com tudo que uma pessoa pode ter de melhor. Penso que quando eu tiver meus filhos e chegar a esse ápice, não vou precisar de mais nada na minha vida, estou tão longe de todos, do outro lado do mundo eperdendo tantas coisas dos meus sobrinhos, dos meus irmãos, das minhas cunhadas.Tô aquitentando criar outros vínculos, me aprofundar em outras histórias, mas,tem dias que meu coração dói. Mas dói de verdade..Como se fosse uma dor de dente.Machuca e  incomoda e dá falta de ar, tonteira, desespero...
Vontade de sair correndo, voando. Por que lá eu tenho reservas incondicionais de amor, de carinho de admiração,de proteção, lá eu tenho o meu paraíso é tão fácil, tão natural.   Eu sou mais eu lá. Sei que posso parecer imatura, infantil e covarde quando demonstro esse desespero q se chama sdde...Sei que tenho que seguir e gosto de seguir, de sair por aí, de conhecer outros lugares, outros humores...
Convivo muito bem comigo, aceito minhas alegrias, batalho por elas, luto, enfrento vendavais, terremotos, tsunamis por mais alegria, mas qd a tristeza vem eu n fujo, eu abro as janelas, escancaro as portas retiro o teto da minha casa pra ela entrar.Fico pensativa, introspectiva, analisando, abraçando essa dor e daí ela se sente tão confortável e segura que logo vai embora.
A TRSITEZA MAIS Q A LEGRIA APRECIA A RESISTÊNCIA.
Ela não se alegra com tanta receptividade.