domingo, 17 de junho de 2012

Pausa na poesia

Eu preciso que algúem me explique uma coisa. Procurei no Google, mas, não tive respostas satisfatórias...
De onde sai tanta secreção quendo estamos com rinite? Sério.
Dois dias assoando ( é assim que escreve?) dois dias, várias caixas de lenços e sempre sai muita coisa, de onde vem isso, isso tudo estava dentro de mim? Onde?
Se alguém souber seria uma boa hora pra me explicar, porque eu tô precisando de respostas.

Parece que eu sou feita disso, dessa secreção, dessa gosma. Eu sei, eu sei, nada poético e costumaz, mas enfim, é o que temos, porque eu estou muito irritada, rinite me deixa irritada, tenho vontade de bater em mim. Meu nariz coitado, coitado.

Parei de fumar, tive crise grave de asma e sou outra mulher a partir de hoje...Sérião.
Mas, eu continuo precisando da resposta acima. E de um nariz novo. E de paciência.

Adoecidamente,

Maria