segunda-feira, 3 de setembro de 2012

E não é o fim nem o início de nada.


Finalizando as avaliações , me dou conta de que meu chão é firme. Eu duvido disso às vezes, mas ele é. E inesperadamente essa certeza gostosa me vem bater a porta e pedir docemente que eu não deixe nada nessa vida me fazer questionar.

E não é o fim nem o início de nada. É simplesmente o caminho. Um caminho. O meu caminho.

E eu quero me ampliar por dentro e eu quero me ampliar para abrir todo o espaço para o que chegou.
 
Ainda me surpreendendo.