quarta-feira, 17 de agosto de 2011

Ela me benze aonde eu for...




Tem conserto? eu tento entender. Todo dia. Não tem mais raiva. Tem tristeza, tem saudade, tem esses momentos que eu dividiria com ela, e que ficam aqui, guardados, trancados. Impossível  substitur vc, mãe. A dor aqui no meu peito é enorme , ainda. Aqui do lado.  Queria vc aqui no outro canto do sofá. Ao meu lado na rua... Do outro lado da mesa. Você  foii há 8 meses e há 8 meses eu espero parar de doer...Somos egoístas, Foi melhor assim p vc...Mais dói, absurdamente ainda.

"De todo amor que eu tenho, metade foi t[u quem me deu...Salvando minha alma da vida"...


Teu lar é no reino divino, limpinho, cheirando a alecrim...

Neguinha, te encontro na fé...