sexta-feira, 2 de dezembro de 2011

No Fear













                                   2010 retirou e levou não sei para onde todos os meus medos e receios...
E agora, na reta final desse ano, percebi que preciso deles bem aqui, perto de mim.
Preciso administrá-lo, equilibrá-los, preciso ser movida nessa direção  e preciso mais do que nunca usá-lo como motivação  no caminho que tento seguir.
Preciso dos meus monstros, dos meus anseios também  bem próximos a mim...Assim como preciso da paz, necessito também dos meus demônios, porque essa é a constituição da vida...
Chega dessa linha reta, antes mesmo da necessidade, aconteceu a aceitação. 

Equilíbrio, sabedoria, resignação,resiliência e fé! 

Descobri  o budismo e acho que me encontro dentro de uma religião pela primeira vez na minha vida, quero estudá-la, entendê-la e repassá-la...

A todos que me visitam mesmo com esse espaçamento de postagem eu agradeço de verdade o carinho e a permanência e o que desejo para mim é o que espero ver fluir a todos.

Ponderações, reflexões e resoluções.
Questionar, refletir, modificar, é estar vivo.
E não existe nada melhor. 





Beijos a todos os que são de beijos.