domingo, 2 de janeiro de 2011

De repente você mudou...





É preciso ter asas quando se ama o abismo...essa foi a minha frase no ano passado...


Mas hoje ...sinto q é preciso ter pés...fortes como o meu...

É como se eu subisse na montanha mais alta porque ainda acredito que possuo asas grandes e largas, e quando chego no pico do mundo as asas desaparecem, como um fluído ou vapor, aquelas lindas asas não fazem mais parte de mim... 
Mas, mesmo assim, eu pulo e consigo sobrevoar o mundo, olhando de cima com o coração latente me observando, ai quando sinto que estou prestes a pousar sinto meus pés fortes contra o chão, e agradeço por possuir pés assim e não mais asas de cálamo...