segunda-feira, 27 de junho de 2011

Quem nasceu com a sensibilidade exacerbada sabe quão difícil é engolir a vida vez em quando...






Estou tentando ser gentil comigo...
Estou tentando entender...
Hoje acordei e me senti assustadoramente triste ou melhor, não me senti...Nem me encontrei...
Já fui fada, borboleta, pássaro livre...
Estou ainda na tentativa faz 1 ano de me tornar rocha,gaiola,segurança e fincar meus pés no chão....
Sigo no exercício diário de insistir em administrar os meus passos, aquecer meu coração, alongar os meus braços e esticar os meus dedos pra continuar alcançando o caminho tão distante de onde teimo em querer chegar...

Ficou longe ...De novo mais longe, cheguei a tocar,sentir, mas a distância agora é real...O cansaço é sufocante...Mas...
Tudo bem...Nasci mesmo p ir buscar ...


A questão aqui não é a máxima do tipo: a gente quer o que falta...só porque falta...
Não é isso, não é esse o caso...
Eu sei exatamente o que quero...Como sei...

Tenho defeito congênito talvez, caráter em excesso...
Mas isso ( sorry), nunca ninguém vai mudar...


Preciso descansar a alma dos sentimentos.
Quem nasceu com a sensibilidade exacerbada sabe quão difícil é engolir a vida vez em quando...
Porque tudo, absolutamente tudo devora a gente. 
Inteira...




*Quando uma gota de chuva é tempestade. Porque tudo dói...