domingo, 22 de maio de 2011

Sou eu aqui em mim, sou eu.



Sou eu, eu mesmo, tal qual resultei de tudo, 
Espécie de acessório ou sobressalente próprio, 
Arredores irregulares da minha emoção sincera, 
Sou eu aqui em mim, sou eu. 
Quanto fui, quanto não fui, tudo isso sou. 
Quanto quis, quanto não quis, tudo isso me forma. 
Quanto amei ou deixei de amar é a mesma saudade em mim.


Álvaro de Campos





*Eu nem ia sair...eu juro!!!
 Mas sair com meus tres irmão,cunhada e amigos é irrecusável...
 Uma ótima semana a todos os queridos que passam por aqui...
 É o desejo dessa pessoa meio lenta após uma noite maravilhosa cheia de bonitezas...

 Beijos a quem é de beijos ...