segunda-feira, 18 de abril de 2011

Palavra bem pequena.



Ela já conhece um cadinho da verdade...

Ela sabe que tudo é discutível,que tanto as calamidades quanto os triunfos são passageiros e, em grande parte, insignificantes.
Ela sabe que nenhum dos dois é o que parece e que, se existe uma diferença entre eles, é que nossos feitos  envelhecem mais rápido do que o tempo que levamos para nos recuperar das nossas injúrias...

Ela sabe o que quer...
Ela fala sobre o seu querer...
Ela parte em busca...
Ela não mede esforços...
Ela corre riscos e ela...Ela não tem medo...

- Ela anseia por uma explosão de doçura antes que a luz desapareça ...

Não é o que todos queremos ?

*O tempo me tornou a pessoa mais compreensível do mundo todo...mas,existe algo que ainda me desnorteia...Joguinhos de poder (emocional ou não) e o famoso cú doce (emocional ou não)...


Beijos a quem é de beijos...


*Ainda aqui em Curitiba... oi? - É e não sei ainda quando volto...


  Boladona...